Salmos e Ensinamento


- Ensinamento -

“Arrependei-vos, porque é chegado o fim da noite”

Jesus Cristo alertou-nos para que nos arrependêssemos, através das seguintes palavras: “Arrependei-vos, porque o fim do mundo está próximo” e “Arrependei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”. Em minha opinião, até hoje ninguém pregou o verdadeiro significado dessas palavras pois, na realidade, ainda não era chegado o tempo certo para o conhecermos. Todos sabem que eu sempre prego que o mundo encontra-se no meio de uma transição. Até hoje, estivemos no “mundo da noite” mas, finalmente, este está chegando ao seu fim e estamos adentrando o “mundo do dia”. Essa minha teoria e as palavras de Jesus são muito semelhantes. De forma simples, o fim do mundo é, em minhas próprias palavras, o fim da noite, e o Reino dos Céus, o mundo do dia. Até hoje, o mundo esteve na escuridão, onde permeia-se o sofrimento. Isso simboliza a noite. O mundo do dia é o mundo repleto de alegria e luz onde todos os tipos de pecado e sofrimento desaparecem. [...]
Os leitores sabem que, no Mundo Espiritual, no mundo da noite, o elemento água comandava e o elemento fogo o seguia. À medida que entramos no mundo do dia, isso muda completamente; o elemento fogo passa a comandar e o elemento água o segue. Em outras palavras, a escuridão transforma-se em luz. Talvez isso não soe como algo de grande importância para o leitor, mas, na realidade, faz uma enorme diferença e uma grande mudança, sem precedentes, acontecerá. Iremos testemunhar um grau de destruição e construção nunca antes visto. No Mundo Espiritual, aquilo que é impuro tornar-se-á puro. Essa pureza projetar-se-á diretamente no Mundo Material. Imaginem a escala da transformação pela qual o Mundo Material passará! Obviamente, à medida que o elemento fogo intensifica no Mundo Espiritual, seu poder purificador se fortalece. Isso acontecerá incessantemente. Com o passar do tempo, o poder purificador continuará se manifestando cada vez mais intensamente. Como resultado, toda a humanidade será submetida à purificação, tornando-se claro o que e quem está certo ou errado e quem é justo ou perverso. [...]
Como é assustador o plano de Deus! Essa grande purificação trará uma era de temor como nunca conhecemos e muitos perecerão. Sabendo dessa crise iminente à qual estamos sujeitos, Jesus veio nos alertando através de sua profecia sobre o “Juízo Final”. No entanto, não nos foi dito como e quando esse Juízo Final ocorreria e, assim, não levamos a sério a advertência de Jesus. Dessa forma, Deus está, através de mim, alertando a humanidade mais uma vez de forma bem concreta, pois a hora do Seu julgamento já está bem próxima.
Qual seria a vontade divina para a humanidade neste momento em que o Grande Julgamento se aproxima? Eu lhes digo que a vontade divina é salvar o maior número possível de pessoas através do Seu amor. Lembrem-se - Deus é quem executa o Julgamento e tem controle sobre a vida de todos os seres humanos. Portanto, a única maneira de ultrapassarmos essa situação difícil na qual nos encontramos é implorar a Deus, entregar-nos em Suas mãos e sermos perdoados de nossos pecados. Nossos pecados se acumularam a tal ponto que não temos mais como carregar o seu peso sozinhos. É somente através do poder da mão salvadora de Deus que nossos pecados serão eliminados e purificados. Eu repito: essa é a única opção que temos.
Deus confiou a mim a tarefa de fazer com que a humanidade saiba sobre a sua última chance de salvação. Aqueles que não ouvem minhas palavras de advertência estão escolhendo o caminho da destruição. A quem ignora esse alerta de Deus, eu digo o seguinte: mesmo que você venha a se arrepender, se o fizer somente quando o fim dos tempos chegar, será tarde demais.

Jornal Hikari, vol. 42, 31 de dezembro de 1949
(trechos selecionados para leitura no culto).