Salmos e Ensinamento


- Salmos -

Como é grande a benção!
De saber que
O poder para salvar toda a humanidade
Vem do Senhor Deus,
E somente d`Ele!

Jesus pregou sobre Deus, o Pai.
Eu prego sobre o Senhor Deus.
Saibam o seguinte, meus fiéis:
Jesus e eu pregamos sobre o mesmo Deus!

Naqueles que não conhecem Deus,
A sinceridade é um disfarce.
Naqueles que conhecem Deus,
A sinceridade é verdadeira e genuína.

- Ensinamento -

Os japoneses e sua religiosidade

Na noite de 30 de outubro de 1949, eu ouvi um programa especial no rádio, intitulado “A Religião na Vida Americana”, no qual o Presidente Truman afirmou o seguinte.
Os Estados Unidos são uma nação profundamente religiosa desde o início de sua formação. A necessidade que os nossos fundadores sentiam de cada indivíduo ser livre para adorar Deus à sua própria maneira, foi um dos maiores motivos que os trouxeram da Europa para o Novo Mundo. O lema, na época, era “Nova Fé”. Esse continua sendo o nosso lema e, como povo, ainda depositamos total confiança em Deus. Hoje, outros países buscam a liderança dos Estados Unidos na promoção da paz e é nosso dever enfrentar esse desafio. Tenho certeza de que somos suficientemente fortes porque temos uma profunda fé religiosa. A base fundamental de nossa força como nação é espiritual. Da mesma forma que uma fé ativa amparou e guiou nossos pioneiros ao conquistarem as regiões até então não desbravadas, hoje, uma fé ativa nos amparará e guiará enquanto trabalharmos por uma paz justa, pela liberdade para todos e por um mundo onde a vida humana seja verdadeiramente sagrada.
Como fica claro na declaração acima, feita pelo Presidente Truman, é realmente fabuloso que os Estados Unidos tenham consolidado sua posição de líder mundial em pouco mais de cem anos. Nós precisamos entender a razão disso: os Estados Unidos foram fundados, como nação, fundamentados em um nobre espírito religioso. Dessa forma, o que é mais importante e urgente na reconstrução do Japão é, naturalmente, que seu povo se torne um povo de fé. Eu fico realmente admirado quando ouço que nos Estados Unidos toda família possui pelo menos uma Bíblia em seu lar.

Jornal Hikari, vol. 40, 17 de dezembro de 1949